1.31.2006

As nossas descobertas na ribeira - Parte II

O relato que agora vou contar é ainda sobre a “minha ribeira”, a qual foi fonte de muitas actividades e de construção de saberes dentro do grupo.
A situação decorre a partir de um jornal (material que tenho com frequência na sala, não só para o recorte mas também para a área da escrita), ou melhor da seguinte notícia:


Quando acabei a leitura desta notícia ouvi a Vitória dizer “E se isso acontece na minha casa?” Bem, a minha intenção não era alarmar mas antes apresentar uma situação que havia acontecido num outro lugar onde havia uma ribeira parecida com a nossa ribeira.
O melhor seria medir o nível da água, pensei. E assim foi.

Medimos o nível da água num dos pontos mais perto da nascente da ribeira e medimos novamente noutro local, exactamente em frente à casa da Vitória.
Utilizamos dois pauzinhos nos quais assinalámos os níveis e que depois foram levados para a sala para podermos analisar os factos de forma a encontrarmos as conclusões ou soluções da situação ou do problema.

Com o auxílio dos materiais existentes na área das experiências, como uma fita métrica, na sala pudemos medir cada um dos pauzinhos e verificámos que o nível da água é maior “lá em cima”, do que “cá em baixo”.




Utilizamos a informação retirada de uma enciclopédia infantil para tentar perceber um pouco mais da vida daquela ribeira. A Joana “retratou” a informação que recebeu através deste desenho (O Ciclo da água).

Durante todo este processo, a criança para além de descobrir determinadas coisas sobre um determinado assunto, ela está ainda a adquirir uma série de aptidões, nomeadamente atitudes

científicas como a importância de descobrir em vez de usar ideias pré-concebidas.


E agora na sala, como continuar este tema? Qual a experiência que poderei usar? Deixo a pergunta no ar e se quiserem podem responder mas... terão que esperar pela resposta no próximo post.

21 Comments:

At 12:50 PM, Blogger Desambientado said...

Ou seja, cientificamente estiveram a avaliar o caudal da Ribeira. Também é possível avaliar a velocidade com que a água se desloca. Mede-se um determinado comprimento, abandona-se um objecto e vê-se quanto tempo esse objecto leva a ir de um ponto ao outro. A velocidade de deslocamenteo das águas será o comprimento a dividir pelo tempo (em metros por segundo).

Já agora Cidália:

Estás interessada em ter um selo do Priôlo, que clicando sobre ele promove a Sociedade Portuguesa de Aves e o Projecto Life-Priolo, tal qual como no meu blog, lado direito?
Se sim, dirige-te ao blog da Azoriana em

http://silvarosamaria.blogs.sapo.pt

e copia o que está dentro da caixinha e cola no setting do teu blog.

 
At 9:28 PM, Blogger Cidalia said...

É isso mesmo Dr. Félix. Cientificamente estivemos a avaliar o caudal da Ribeira....
São estas "pequenas coisinhas" que eu, mais uma colega do 1º ciclo e a Elisabete um dia comentávamos numa sessão na qual estavamos reunidas para "planificar" experiências: muitas vezes fazemos, lemos, tiramos ideias sobre experiências mas... falta-nos por vezes os termos técnicos e os objectivos específicos, principalmente para o 1º ciclo.

Sobre a actividade que apresenta (desde já obrigada)sobre o que se poderia ainda fazer é bastante válida e acessível, principalmente no 1º ciclo (aí entra a interdisciplinaridade com a Matemática, por exemplo). Cada vez mais penso que, aquilo que faço é sempre pouco, perante as potencialidades que poderemos tirar sobre uma determinada situação....

Obrigada pelos seus comentários. Eles dão-me sempre uma luz, uma pista a seguir em novas situações.

 
At 9:29 PM, Blogger Cidalia said...

Sobre o selo do Priolo....claro que vou adicioná-lo ao meu blog!

 
At 10:59 PM, Blogger TF said...

Estão muito interessantes as experiências com vossos meninos!
Já agora aproveito para divulgar um concurso que não sei se conhecem chama-se Concurso da Semana Verde para Escolas. É um concurso anual europeu promovido pela European Schoolnet e o tema deste ano é a biodiversidade. Quem sabe se não querem concorrer com os vossos meninos!
Modalidades de concurso:

5 aos 10 anos - Desenhos e Pinturas sobre a Biodiversidade

11 aos 16 anos - Videos digitais de 3 min sobre a Biodiversidade

Prazo final da recepção de trabalhos: 25 de Março de 2006

Mais informações em http://greenweek2006.eun.org/ww/pt/
pub/greenweek_2006/home.htm
Bom trabalho
Teresa

 
At 12:38 PM, Blogger Desambientado said...

Ok Cidália.
Sempre que puder ajudar estou à disposição. Sabes bem que sim.

Aproveito para agradecer à Teresa Faria a Informação sobre os concursos. Parece-me ser muito interessante.

 
At 4:34 PM, Blogger Ana Isabel Godinho said...

Cidália:
Conheço o teu trabalho com as crianças sobre a ribeira, acho que conseguiste levar aquele grupo e as suas familias a valorizarem e a respeitarem a ribeira que têm "à porta".Belissímo trabalho!
Bjs

Ana Isabel

 
At 9:37 PM, Blogger Cidalia said...

Teresa

Obrigada pelo comentário e pela informação sobre o concurso. Vou dar uma "espreitadela".
Tenho por vezes pena de verque alguns destes concursos chegam às escolas e caem em "saco roto" devigo a grande parte dos colegas estarem apenas a pensar que o importante é ler, escrever e fazer contas (no 1º ciclo) e pintar muito bem as fichas (pré-escolar)!!

 
At 9:39 PM, Blogger Cidalia said...

Dr. Félix

Pelo seu comentário.... qualquer dia vou bater-lhe a porta (juntamente com outras duas colegas que fazem comigo grupo cooperativo, ou seja, um grupo de pessoas que analisam, pesquisam sobre um mesmo assunto, problema ou tema)para dar uma ajudazinha.... pode ser?

 
At 9:43 PM, Blogger Cidalia said...

Ana

Obrigada pela tua presença.
Quanto aos resultados acho que ainda este ano lectivo vou elaborar um pequeno questionário e passá-lo ao grupo de crianças e pais desta ribeira.
Actualmente estas crianças estão no 1º, 2º e 3º ano de escolaridade.
Tenho curiosidade em saber o que realmente ficou-lhes destas experiências.... vamos ver se eu chego lá.

 
At 4:21 PM, Blogger Desambientado said...

Ok. Quando quiserem.

 
At 10:55 PM, Blogger Fátima Silva said...

Boa Cidália sempre perspicaz e atenta ao meio envolvente que é o espaço das crianças. Penso que elas vão olhar a ribeira com outros olhos. São experiências que marcam pela positiva.
Lembrei-me, quando estava a ler, que era interessante efectuar medições regulares (mensalmente, quinzenalmente...) e preencher um gráfico e depois interpretar, porque a ribeira tem mais ou menos água em determinados meses. Sei lá foi algo que me ocorreu.
Muitos parabéns para ti e para os teus meninos.
Beijinhos

 
At 5:20 PM, Blogger Cidalia said...

Dr. Félix

Fica assim combinado.... qualquer dia bato-lhe a porta por causa das experiências e aproveito também para a tese :)

 
At 5:24 PM, Blogger Cidalia said...

Olá Fátima

Essas coisas dos blogs tem uma grande vantagem de colocarmo-nos a falar e expor ideias uns com os outros.
A ideia que apresentas é óptima. Nunca me tinha ocorrido, talvez porque quando fazia mau tempo não podiamos "ligar à nossa ribeira" porque não saíamos da sala mas... garanto-te que se voltar para uma escola com ribeira eu faço isso!
Obrigada

 
At 10:10 PM, Blogger engracados said...

Bem...este blog está altamente! ;)
Até tenho vergonha do nosso...

Para a semana que vem vamos ter a nossa semana de ciências experimentais no JI, vamos ter a visita de um professor americano da Universidade da Pensilvannia que vai apresentar experiências para nós e connosco!!!
Depois passa por lá para veres como foi.
Também nos temos dedicado a aspectos ambientais. Conheces a Seta? seta.com.sapo.pt
Obrigada por nos teres descoberto mas, sobretudo por nos teres permitido ficar a conhecer este blog e o trabalho tão interessante que por aí fazem.

 
At 4:23 PM, Blogger TF said...

Tenho acompanhado com muito interesse as experiências de ciência que descrevem. Gostei também do comentário ao aviso do concurso que enviei. De facto temos todos de perceber que também se aprende a ler e a escrever fazendo algumas coisas mais estimulantes para alunos e professores. A este propósito, encontrei um site que vos pode interessar. Permite construir brinquedos científicos usando materiais recicláveis. Aqui vai o endereço: Toys from trash
http://www.arvindguptatoys.com/toys.html.
Estou também a colaborar num site onde começam a existir alguns recursos sobre ciência e também algumas referências para os mais novos. O endereço é http://nonio.fc.ul.pt/. Se quiserem colaborar usem e façam-nos chegar as vossas opiniões.
Continuação de bom trabalho
Teresa

 
At 8:19 PM, Blogger Cidalia said...

Engraçados é um prazer tê-los (ou tê-la??) aqui no meu blog.
Sobre a Seta que refere conheço-a pelos e-mails que o Fernando Louro (um dos seus membros) me envia, com as actividades.
Considero que é uma organização que procura estabelecer muita dinâmica entre os seus intervenientes.
Quanto as tuas experiências com o professor americano, fico a espera dos relatos.
Tive também um contacto com uma professora americana que, de facto, demonstrou-nos muitas actividades que poderemos fazer com as crianças de forma a perceberem grandes problemas mundiais.
Tô a lembrar-me de um dia que ela apresentou um bolo com fatias de diferentes tamanhos e em simultâneo formou grupos na sala onde estávamos de modo a haver o grupo dos Europeus, o rupo dos Asiáticos, enfim, o grupo dos continentes.
Em cada grupo havia o número de elementos de acordo com a população dos continentes (no caso do Asiático e do Africano havia em cada grupo, por exemplo, muitos elementos, contrariamente ao grupo da Europa). A cada grupo foi dada a respectiva fatia de bolo de forma que se pudesse averiguar que por exemplo o grupo da Ásia, embora com muitos elemntos, só tinha direito a uma pequen´´issima fatia do bolo!!
Éssa foi uma das "experiências" que ficou registada na minha cabecinha... Espero que a visita "do teu professor americano" seja tão boa como a "da minha professora americana".
Volta sempre.

 
At 8:23 PM, Blogger Cidalia said...

olá Teresa.
Estou-te muito grata pelos endereços que me disponibilizaste. É que já deves ter reparado que eu sou muito prática e acho que é plea acção que as crianças chegam lá.
Sempre que tiveres novidades me diz tá??
Bjinhos

PS: Não esqueci de enviar-te os jogos do cd.... ele agora está numa mão de um especialista para melhorá-lo.

 
At 3:28 PM, Anonymous golfing equipment said...

You don't want to solve one problem by creating another. accommodation That is the design of the 3-wood, he said. The modified Stableford system on the PGA tour is a thing of the past, as The International (a favorite among players because of the hospitality) was closed down forever. The result should be longer shots and improved control because of its high MOI.

 
At 12:11 PM, Anonymous Anonymous said...

http://didrex-moza.blogspot.com/
Good Luck!

 
At 10:58 PM, Anonymous Anonymous said...

That's a great story. Waiting for more. running bad credit personal loan patents various internet marketing acne help Best selling fragrance for men Compact surveillance systems Tamiflu india Automatic gate solar Modafinil pricing mexican pharmacy back pain relief stretching video

 
At 11:38 PM, Anonymous Anonymous said...

olá cidália!
gostei imenso de consultar o teu blog e ver como é tão enriquecedor as crianças experienciarem por elas próprias (com a supervisão do educador, CLARO!.de facto, é tão simples proporcionar-lhes momentos desses! saibamos nós aproveitar o que as crianças nos têm para dar que os motivos para realizarmos experiências, no jardim de infância, não faltarão :) :) :)
parabéns por esta iniciativa! continua a divulgar esses momentos pois servirão de motivação para muitas colegas nossas.
Lígia Dutra

 

Post a Comment

<< Home

Estou no Blog.com.pt Mais Blog